• secovitap

14 de Novembro: Dia Mundial e Nacional do Diabetes

Vamos conhecer um pouco mais sobre o Diabetes?

O que é o Diabetes?

Uma doença que acontece pela elevação da glicose (açúcar) no sangue. Pode acontecer devido a defeitos na secreção ou na ação do hormônio chamado insulina. A função da insulina é controlar a quantidade de açúcar no sangue. Nós precisamos dele nas células para que o organismo desempenhe algumas atividades importantes. Acontece que quando há falhas na produção da insulina pelo pâncreas acontece um acúmulo de glicose no sangue que chamamos de hiperglicemia

O que é insulina?

Um hormônio produzido pelo pâncreas e que controla a quantidade de glicose no sangue.

Tipos de diabetes:

Diabetes Mellitus Tipo 1- ocorre por um defeito no sistema imunológico resultando na deficiência quase absoluta de insulina. Por isso os pacientes diagnosticados com essa variação precisam de reposição desse hormônio. Apresenta sintomas como: sede excessiva, ir muitas vezes ao banheiro para urinar, cansaço, fraqueza excessiva e emagrecimento importante

Diabetes Mellitus Tipo 2- Constitui a maioria dos casos, cerca de 90% d. É caracterizada pela deficiência e resistência à insulina, ou seja, o organismo não é capaz de utilizá-la adequadamente produzindo quantidade insuficiente para controlar a taxa de açúcar no sangue. Quando isso não é mais possível surge o Diabetes. A instalação do caso é mais lenta, aparecem os sintomas como sede excessiva, dores nas pernas, alterações visuais e outros. Pode ainda ter uma associação com o aumento de peso e obesidade, acometendo principalmente adultos a partir dos 50 anos. Se não for diagnosticado a tempo pode evoluir para um quadro mais grave de desidratação e coma.

Diabetes Mellitus Gestacional- Na maioria das vezes ele é detectado no 3º trimestre da gravidez, através de um teste de sobrecarga de glicose. As gestantes que tiverem história prévia de diabetes gestacional, de perdas fetais, má formações fetais, hipertensão arterial, obesidade ou história familiar de diabetes não devem esperar o 3º trimestre para serem testadas, já que sua chance de desenvolverem a doença é maior.

Outros Tipos de Diabetes - Outros tipos de diabetes são bem mais raros e incluem defeitos genéticos das funções de determinada célula, defeitos genéticos na ação da insulina, doenças do pâncreas (pancreatite, tumores pancreáticos, hemocromatose), outras doenças endócrinas e uso de certos medicamentos.

Diabetes tem cura?

Não tem cura, mas pode ser tratada através de uma alimentação equilibrada e de medicamentos

Como saber se tenho diabetes?

Através de exames laboratoriais de glicemia que serão definidos pelo seu médico, pois existem vários tipos de exames de glicemia.Existem ainda dois grupos de pacientes, identificados por esses mesmos exames, que devem ser acompanhados de perto pois tem grande chance de tornarem-se diabéticos. Na verdade, esses pacientes já devem ser submetidos a um tratamento preventivo que inclui mudança de hábitos alimentares, prática de atividade física ou mesmo a introdução de medicamentos.

Quais os cuidados devo tomar?

É importante ir ao médico regularmente, conforme determinação médica a fim de acompanhar as taxas e passar as orientações sobre a alimentação, sobre como evitar as complicações, como usar os aparelhos que medem a glicose, e sobre atividade física. Também sobre como proceder em situações de hipo( baixa concentração de açúcar no sangue) e hiperglicemias (açúcar elevado no sangue)

É fundamental ter este conhecimento e orientações, não só para o bom controle do diabetes como também para garantir autonomia e independência ao paciente. É muito importante que ele realize suas atividades de rotina, viajar ou praticar esportes com muito mais segurança. O envolvimento dos familiares com o tratamento do paciente diabético, é de extrema importância pois é preciso uma mudança de hábitos que requer a adaptação de toda a família.

Fonte: https://www.endocrino.org.br/

Sociedade Brasileira de Endocrinologista.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo