• secovitap

CÂNCER DE PRÓSTATA

Anatomia e função da próstata: É uma glândula do sexo masculino, localizada na frente do reto e abaixo da bexiga, ela envolve a uretra, por onde a urina passa durante a micção. Produz o líquido prostático que é responsável por nutrir os espermatozóides, importante função do sistema reprodutor masculino. Câncer de próstata: É um tumor maligno da glândula prostática, ocorre quando células no interior do órgão sofrem mutação e começam a se proliferar de forma desorganizada, comprometendo sua arquitetura e função, e com risco de se espalhar para todo o corpo, levando a um grave envolvimento de todo o organismo se não for tratada adequadamente e em tempo apropriado. Incidência e acometimento: É a segunda maior causa de morte por câncer em homens. E o número de casos aumenta muito com o avançar da idade. Para o Brasil, estimam-se 68.220 casos novos de câncer de próstata para cada ano do biênio 2018 – 2019. Sem considerar os tumores de pele, o câncer de próstata é o mais incidente entre os homens em todas as regiões do país. Fatores de risco: O principal fator de risco é a idade, 75% dos casos ocorrem a partir dos 65 anos. Quem tem pai ou irmão diagnosticado com câncer de próstata antes dos 60 anos apresenta de três a dez vezes aumentado o risco de desenvolver a doença. Homens de ascendência africana (raça negra) têm o dobro da probabilidade de manifestar a doença, além de chance de 2,5 a 3 vezes maior de morrer pelo câncer. Pessoas obesas apresentam risco maior de desenvolver câncer de próstata mais agressivo. Rastreamento: Destinado para pessoas sem nenhum sintoma e aparentemente saudáveis, realizado através da dosagem sanguínea do PSA (antígeno prostático especifico) e toque retal. A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda o rastreamento para todos os homens a partir dos 50 anos, e para homens com fatores de risco (casos de câncer na família, negros e obesos) deve ser realizada a partir dos 45 anos de idade. Sinais e sintomas do câncer de próstata: O câncer de próstata em estágio inicial geralmente não provoca sintomas, por isso a importância do rastreamento. Em estágio mais avançado pode causar: micção frequente; fluxo urinário fraco ou interrompido; vontade de urinar frequente a noite; sangue na urina ou líquido seminal; disfunção erétil; e dor no quadril, costas, coxas, ombros e outros ossos se a doença se disseminou. Prevenção: A causa exata do câncer de próstata não é conhecida, portanto, não é possível impedir a maioria dos casos da doença. Baseado no que se sabe atualmente, existem formas que podem reduzir o risco de ter câncer de próstata como manter o peso corporal adequado, realizar atividade física e uma dieta saudável. Diagnóstico: Dois exames são essenciais para o diagnóstico: - A dosagem do PSA no sangue e o toque retal. O PSA (Antígeno Prostático Especifico) é uma proteína que pode ser encontrada no tecido prostático, no sêmen e corrente sanguínea. Vai estar elevado em casos de infecção, aumento do volume e câncer de próstata. O PSA normal não exclui a possibilidade de haver um tumor maligno, por isso a necessidade do toque retal, não há atualmente outro exame com a mesma eficácia em detectar alterações da consistência do tecido prostático (nódulos suspeitos) Se após esses exames houver suspeita de doença, deve ser realizada uma biópsia de próstata para confirmar o diagnóstico. A biópsia de próstata é feita através da retirada de uma pequena amostra do tecido do órgão, que é então avaliado ao microscópio para diagnóstico definitivo das células alteradas com mutações (câncer). Tratamento: Alguns tipos de câncer de próstata crescem lentamente. Em alguns casos, é recomendado monitoramento. Outros tipos são agressivos e necessitam de radioterapia, cirurgia, terapia hormonal e quimioterapia. É importante individualizar cada caso. Por isso a necessidade do acompanhamento urológico anualmente e qualquer alteração ou sintomas diferentes do habitual o seu médico assistente deverá ser informado.


Dr. Fábio Santos Pereira Urologista

3 visualizações

Rua Arthur Bernardes, 375 - Martins - Uberlândia/MG

Horário de atendimento - 8h às 18h

Tel: 34 3231-3242