• secovitap

Saúde Bucal

25 de Outubro é o dia do dentista e dia da saúde bucal. Essa data tem por objetivo chamar nossa atenção sobre a importância de uma boa higienização bucal. Devemos entender que ao cuidarmos da boca estamos cuidando do nosso corpo, pois ela desempenha funções muito importantes que repercutem em nossa saúde com um todo.

Uma boa higiene bucal diminui o risco de doenças. Muitos tipos de tumores (benignos, malignos ou lesões pré-cancerígenas) podem originar-se na boca e orofaringe. Por isso, ao fazer a higienização é preciso prestar muita atenção em toda a cavidade oral, atentando-se ao revestimento interior dos lábios e bochechas, aos dentes, gengivas, língua, assoalho e céu da boca, a fim de verificar se existem manchas avermelhadas, lesões e sangramentos. Ao percebermos qualquer anormalidade precisamos procurar um dentista para avaliação.

É importante ressaltar que algumas doenças da boca têm relação direta com o fumo, com o consumo de álcool e com a má alimentação.


Saiba quais são as principais doenças bucais e suas causas

Cárie: É uma infecção bacteriana que se instala nos dentes. A causa é o acúmulo de alimentos nos dentes que formam a placa bacteriana que corrói o esmalte dos dentes, formando cavidades.

Possíveis causas: Má higienização dos dentes e/ou da boca como um todo.

Gengivite: Principal responsável pela perda dentária. A gengivite atinge cerca de 90% da população mundial, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). As gengivas ficam excessivamente avermelhadas e podem sangrar durante a escovação. Pode haver também sensibilidade nos dentes.

Possíveis causas: Má higienização bucal é a principal causa, mas podem haver outros fatores como imunidade baixa.

Tratamento: O principal tratamento da gengivite é reforçar o cuidado com a higienização, usar fio dental e enxaguantes bucais. É importante uma avaliação do dentista pois ele pode avaliar a necessidade de intervenção, evitando com que ela progrida para uma periodontite, realizar uma limpeza mais profunda e indicar a escova dental ideal para cada paciente.


Tártaro: É a placa bacteriana calcificada. Aparecem pequenas manchas amareladas ou marrons entre a gengiva e o dente.

Causa: Má higienização bucal.

Tratamento: O processo de tratamento do tártaro consiste na limpeza periódica realizada pelo dentista, já que é difícil remoção.


Periodontite: Uma inflamação séria da gengiva e das estruturas de sustentação dentárias que além de causar a temível e irreversível perda óssea, causam lesões nos tecidos e ligamentos. As gengivites não tratadas, podem evoluir para a periodontite.

Possíveis causas: Má higienização e falta de tratamento de problemas anteriores como a gengivite.

Tratamentos: O tratamento da periodontite é contínuo, podendo, em alguns casos serem necessárias intervenções cirúrgicas. A limpeza periódica e o uso de medicamentos também podem ser utilizados para a melhora e estabilização, entretanto somente o dentista poderá avaliar e indicar.


Halitose: Mau hálito

Possíveis causas: A principal causa é a higienização precária e acúmulo de resíduos alimentares nos dentes, gengiva e língua, resíduos estes que fermentam e geram o mau cheiro. Outras possíveis causas são infecções endodônticas com coleção purulenta (pús) de dentes com canais abertos, dentes condenados à extração e que não foram extraídos ainda causando mau odor e problemas estomacais. Neste caso, de origem estomacal, o paciente deve procurar um especialista da área.

Tratamento: Intensificar o cuidado com a higienização bucal e acompanhamento com o dentista.

Fonte : http://oncoguia.org.br

http://bvsms.saude.gov.br/

Ministério da saúde

2 visualizações

Rua Arthur Bernardes, 375 - Martins - Uberlândia/MG

Horário de atendimento - 8h às 18h

Tel: 34 3231-3242